TIM tem o 4G mais disponível. Claro tem o mais veloz, segundo consultoria


Negócio fotografia desenhado por Creativeart - Freepik.com
Negócio fotografia desenhado por Creativeart – Freepik.com

A consultoria OpenSignal voltou a realizar um estudo sobre a qualidade do 4G oferecido pelas operadoras móveis brasileiras e divulgou também um ranking das empresas que oferecem a melhor conectividade, em diferentes categorias.

Conforme o material inédito divulgado hoje, 16, a TIM foi a operadora móvel com maior disponibilidade de sinal. Ou seja, os usuários móveis da empresa foram os que ficaram por mais tempo conectados a uma rede LTE. Eles permaneceram nas redes 4G em 78,6% do tempo, 10% mais que os usuários das concorrentes.

As medições foram feitas entre 1º de setembro e 29 de novembro, com informações tiradas de aplicativos da OpenSignal instalados em 395 mil aparelhos. Ao todo, a consultoria compilou e analisou mais de 7 bilhões de dados obtidos no período sobre as redes móveis.

A consultoria ressalta que as redes LTE brasileiras estão em clara expansão e passando por nítidas melhorias. Cita o aumento do uso do espectro de 700 MHz como fator crucial para a evolução percebida no último ano. E diz que a Oi apresenta desempenho inferior que as demais provavelmente por ter ficado de fora do leilão dessa frequência.

Experiência com vídeo

Embora a TIM tenha se destacado no quesito disponibilidade, a Claro figura como dona da rede LTE com melhor experiência de vídeo, maior velocidade de download, maior velocidade de upload e menor tempo de resposta, em média.

A qualidade do acesso a vídeos no celular entre todas as operadoras é, na maior parte dos casos, apenas satisfatória, no entanto. “A experiência de uso de vídeo no celular ainda deixa muito a desejar. Mas uma operadora, a Claro, conseguiu se sair melhor que os demais”, diz a OpenSignal.

Segundo a consultoria, o desempenho da Claro em vídeo está intimamente ligado à velocidade do acesso e à baixa latência, outras categorias do levantamento em que a companhia se destacou. O ranking de experiência de vídeo analisa o tempo de carregamento da mídia, engasgos e a resolução, atribuindo-se uma nota entre 0 e 100.

Tráfego de dados

A Claro foi absoluta no tráfego de dados, com velocidades de download e upload superior às de Vivo, TIM e Oi. Aqui, a consultoria ressalta que os 700 MHz têm papel fundamental, mas não em função da agregação de portadoras, mas por conta da amplitude da cobertura. “Quando uma operadora dispõe de mais sinal 4G, como consequência, leva à redução do tempo que o usuário fica no 3G”, lembra.

No upload, o cenário é similar. A Claro teve velocidades médias de 6,3 Mbps, acima dos 4 Mbps da Vivo, 3,5 Mbps da TIM e 2,8 Mbps da Oi.

Quanto à latência, em que é considerada melhor a operadora com menor tempo de resposta, a Claro obteve 68 milissegundos. A TIM, 68,8 ms. A Vivo, 78,9 ms. E a Oi, 79 ms. Neste quesito, todas ainda têm muito o que melhorar, diz a OpenSignal. “Mundo afora já são muitas as operadoras com latências abaixo de 30 ms no 4G. No Brasil, em todos os casos, a média é mais que o dobro disso”, ressalta.

A consultoria elaborou, ainda, um ranking por cidades brasileiras, que pode ser acessado aqui. Nele constam dados de 13 capitais e Distrito Federal. Belo Horizonte é a cidade onde os usuários encontram maior disponibilidade das redes 4G, e também onde há a rede LTE mais rápida, da Claro, de 12,6 Mbps. Enquanto São Paulo se destaca pela latência. Para conferir os dados da sua cidade, basta ir ao fim do relatório, neste link.

Anterior Nokia vai demitir 350 na Finlândia
Próximos MPF questiona contrato da Via Direta no Amazonas