TIM quer levar 4G a mais de 2 mil cidades até dezembro


antena-ondas-sinal-conexao-espectro Powerful digital transmitter for TV, mobile and multimedia broadcast sends information signals from high towerDurante a conferência de análise dos resultados do primeiro trimestre da TIM Participações, realizada hoje, 28, pela manhã, a direção da empresa informou que vai manter a expansão da 4G e cumprir os investimentos programados (R$ 4 bi no ano) para chegar em dezembro com mais de 2 mil cidades com o serviço ativado. Isso significa cobrir 90% da população brasileira.

A expansão da rede 4G, já presente em 1.322 cidades, será feita paralelamente à melhoria da cobertura indoor e das áreas periféricas e rurais. Leonardo Capdeville, CTO da operadora, disse que, para isso, a TIM utilizou o refarming da frequência de 1.800 MHz e, agora, a frequência de 700 MHz que está sendo liberada com o desligamento da TV analógica.

Como exemplo da melhoria da capacidade da rede e de qualidade do serviço, ele citou Brasília. Quando a operadora usava apenas a frequência de 2.600 MHz, a cobertura era de 50% do território. Com a adição da frequência de 1.800, a cobertura passou para 70%. E agora, com a entrada em operação da 700 MHz – o serviço em Brasília foi lançado dia 21 de abril –, a cobertura chegou a mais de 90%. “Melhora muito a experiência do cliente, com mais qualidade do serviço e menos queda do sinal”, esclareceu.

Banda larga fixa

Ao lado do serviço TIM Live, a banda larga fixa da TIM que já conta com 322 mil assinantes, a operadora está fazendo dois pilotos, em Rio Verde (GO) e Fernando de Noronha, para testar a tecnologia WTTH. Ou seja, levar a fibra até a casa do cliente, a partir de uma conexão wireless.

A TIM ainda está avaliando o perfil médio do consumo do cliente, para depois lançar o serviço que será voltado para cidades onde nem a rede fixa nem a rede móvel oferecem uma banda larga adequada à demanda. “Essa é uma oportunidade de mercado a ser explorada”, disse Capdeville.

Anterior TIM busca fortalecimento para enfrentar consolidação
Próximos Oi avalia que MP vai solucionar impasse judicial

2 Comments

  1. 29 de Abril de 2017

    Espero que a TIM coloque obertura 3G/4G em Ituiutaba/MG CEP 38300064, uma cidade com mais de 100 mil habitantes e só tem cobertura 2G e mesmo assim não pega na cidade toda.

  2. Bruno
    30 de Abril de 2017

    Parabéns TIM investir no que já tem e não comprar empresas e piorar o serviço delas igual a MORTA fez