TIM pretende conectar backhaul com satélite da Yahsat


AlYah3 Earth RenderA TIM e a Yahsatoperadora de satélites sediada nos Emirados Árabes Unidos, anunciaram hoje um acordo, não definitivo, para fornecer conexão via satélite ao backhaul da operadora. Pelo entendimento, o projeto prevê uso da banda Ka da Yahsat já no início em 2017.

O objetivo da TIM é aproveitar a maior eficiência espectral e a relevante redução de custos para viabilização de cobertura 3G e 4G com conexões de alta velocidade via satélite. A capacidade em banda Ka da Yahsat será provida por seu terceiro satélite, o AI Yah 3, e cobrirá mais de 95% da população brasileira.

“A TIM está buscando, de forma rentável e eficiente, atender regiões com escassez de infraestrutura de telecomunicações, universalizando a oferta de dados no interior do país”, afirma Marcelo Duarte, diretor de wholesale (atacado) da operadora. “Estamos discutindo com a Yahsat o uso da banda Ka no Brasil para backhaul e confiantes na plataforma técnica e operacional da companhia para atender nossa demanda futura”, afirmou. Segundo ele, casos de uso da conexão por satélite da Yahsat em regiões chuvosas da Nigéria mostram viabilidade da solução. 

Márcio Tiago, country director da Yahsat para o Brasil, acrescenta que a tecnologia da Yahsat é atrativa atrativa para uso em backhaul graças “à presença de dois gateways – separados geograficamente no país – o que oferece uma redundância completa para garantir a continuidade dos serviços mesmo em situações de chuvas intensas ou caso sejam necessárias manutenções”, diz. 

O primeiro satélite da Yahsat, o Y1A, foi lançado com sucesso em abril de 2011, e o segundo satélite da empresa, o Y1B, foi lançado com sucesso em abril de 2012. A Yahsat anunciou a fabricação de seu terceiro satélite, o Al Yah 3, cuja entrega está prevista para o quarto trimestre de 2016, e lançamento em janeiro de 2017. Este satélite irá expandir a cobertura de banda Ka da Yahsat para o Brasil e ampliá-la na África, para mais 17 países. Quando começar a funcionar, vai cobrir 60% da população africana e mais de 95% da brasileira.

Anterior Oi alerta que 23 milhões de lares brasileiros não têm renda para a banda larga
Próximos Liminar do STF derruba aumento do ICMS no e-commerce para pequenas empresas

2 Comments

  1. Vagner Ornelas
    18 de Fevereiro de 2016

    Mas usar um backhaul em banda ka não vai elevar a latência das conexões 4g que passam por esse sistema ? Por mais que seja melhor ter um ping alto, do que não ter nenhuma internet, sou a favor de fibrar esse país inteiro, aliás já deveriam ter feito isso. Até no Alasca, no meio do gelo e do nada, passam algumas fibras e aqui os políticos só pensam em arrecadar mais impostos, inventar taxas, etc. Quantas pessoas podem ser atendidas por uma única fibra, não é mesmo ?

  2. Leonardo
    19 de Fevereiro de 2016

    Não entendo as operadoras, aqui em uma cidade vizinha, Adrianopolis-PR colocaram Antena da Tim, deram muito tilt na antena e nao pega bem nem na cidade, fora o LINK Satelital de 2MB Dedicado parece me q INTELSAT IS-5 … media 580 de Ping e nao passa de 1MB de madrugada e 0,50Mb de dia, fora que cai toda hora e faz quase uma semana que está fora do ar… A Cidade tem Fibra da OI e da COPEL… Vai entender!!!