TIM planeja grande implantação de small cells em 2014


A TIM considera iniviável fazer a cobertura de grandes cidades apenas com as células macro e prepara para “o primeiro dia de 2014”, o início de um grande deployment de pequenas células, conforme explicou o presidente da companhia, Rodrigo Abreu. O executivo que assumiu o cargo em março, após deixar a presidência da Cisco, preferiu não falar em fornecedores. 

“Seremos pioneiros em small cells, que se entende por um conjunto de pontos WiFi, pico, femto e micro células. Esse passa a ser um elemento fundamental da nossa cobertura. Teremos essa infraestrutura para a cobertura de grandes cidades”, declarou o executivo em conversa com a imprensa durante o 15 Futurecom.

Um dos motivos da operadora optar pela implantação de uma rede heterogênea é a dificuldade de instalação de antenas em cidades. “O ambiente urbano hoje já não tolera esse tipo de intervenção”. Além disso, Abreu avalia que a partir do uso dos dados nos celulares, as empresas precisam atender a uma nova organização do consumo de serviços, com a concentração de usuários diferente. “Em pequenos espaço há concetração de uso de dados e a macrocelulas sozinha nao resolve. Por isso acreditamos absolutamente no futuro da tecnologia de small cells”.

PUBLICIDADE

Abreu disse não acreditar em problemas maiores por conta da interferência da potência das small cells nas macrocélulas. Segundo ele, a tecnologia está pronta para ser usada agora, após avanço no nível de desenvolvimento. “Há medidas de otimização de rede e gestão de interferência muito sofisticados”.

Anterior TIM alerta para dificuldades do setor: receitas vão crescer menos do que inflação.
Próximos Telebras vai distribuir conteúdo de vídeo para provedores