A TIM Brasil divulgou posicionamento nesta terça-feira, 10, na qual diz não querer uma fusão com a Oi. A especulação é comum e reaparece rotineiramente em meio a notícias de agências internacionais. Mais recentemente, teria sido feita pelo egípcio Naguib Sawiris, bilionário que divulgou em dezembro do ano passado um plano alternativo de recuperação da Oi. Em fala à Folha de S.Paulo, ele teria afirmado que a união das operadoras seria possível, mas apenas depois de terminada a recuperação da Oi.

Executivos da Telecom Italia, dona da TIM, reagiram. Um porta-voz disse que o assunto não tem qualquer fundamento. No Brasil, Mario Girasole, VP Regulatório, Institucional e de Relações com a Imprensa, reforça: “TIM Brasil também reitera que qualquer rumor sobre hipótese de integração entre TIM e Oi é absolutamente sem fundamento e nenhuma iniciativa nesse sentido faz parte dos planos da empresa. Não temos interesse”.