TIM lançará 5G em três cidades até setembro


Operadora venderá serviços de banda larga fixa através da rede móvel (FWA) em áreas onde não chega com fibra óptica. Presidente disse que empresa prepara novos planos pré-pago e controle. Cidades ficam em MG, MS e RS. [Atualizado]

A TIM vai se antecipar ao leilão de espectro da Anatel e ativar a tecnologia 5G em sua rede móvel em breve. Conforme o presidente da companhia no Brasil, Pietro Labriola, a empresa vai lançar em setembro o 5G em três cidades.

As cidades são Bento Gonçalves(RS), Itajubá(MG) e Três Lagoas (MS). A operadora vai utilizar a técnica DSS (dynamic spectrum sharing) nas três cidades com os fornecedores Ericsson, Huawei e Nokia, que aproveita a agregação de frequências do espectro atual (4G) para chegar a velocidade do 5G. Além disso, vai usar a tecnologia FWA (Acesso sem Fio) para disponibilizar banda larga fixa em cima da rede móvel.

PUBLICIDADE

O executivo falou nesta sexta-feira, 10, a 20 mil funcionários em uma live motivacional. No evento, enumerou feitos e iniciativas futuras da operadora. E apresentou o slide acima, que mostra o objetivo de cobrir 3,6 mil cidades brasileiras com tecnologia móvel 4G até o final do ano e indica o plano para 5G da TIM.

Labriola não detalhou quais serão as especificações técnicas do 5G. Disse apenas que será compatível com os smartphones 5G disponíveis no mercado. Durante o evento foram exibidas propagandas do Motorola Edge, celular com quinta geração que será vendido a partir de 14 de julho no país.

O executivo também lançou no evento o serviço de conta digital, que será prestado em conjunto com a fintech C6. E avisou que vai reformular o portfólio de planos pré-pagos e controle. Segundo ele, acabou o modelo de competição por preço porque as operadoras não crescem mais a partir da aquisição de grandes volumes de clientes, mas a partir da oferta de serviços agregados de dados.

O pré-pago será reformulado para oferecer “mais conveniência”. O controle tem de ser não apenas um plano para quem quer conectividade, mas trazer também “experiências”. No pós-pago, afirmou, a TIM está no caminho “certo”, de permitir que a operadora seja um “hub de entretenimento”, concluiu.

[Atualizado com as cidades que serão atendidas pelo 5G]

Anterior Novo edital de venda da Sercomtel prevê pagamento de R$ 50 milhões no ato
Próximos TIM e C6 Bank anunciam oferta conjunta