Tim fecha o ano com receita de R$ 10 bilhões e diminui o prejuízo líquido


O desempenho econômico-financeiro da Tim Participações do quarto trimestre de 2006 foi amplamente positivo para a companhia e seus acionistas, com aumento de receita, de Arpu (receita média por usuário), Ebitda (ganhos antes dos impostos e taxas) e lucro líquido. No 4T06, a empresa apurou uma receita líquida de R$ 2,7 bilhões, 43,1% maior do …

O desempenho econômico-financeiro da Tim Participações do quarto trimestre de 2006 foi amplamente positivo para a companhia e seus acionistas, com aumento de receita, de Arpu (receita média por usuário), Ebitda (ganhos antes dos impostos e taxas) e lucro líquido. No 4T06, a empresa apurou uma receita líquida de R$ 2,7 bilhões, 43,1% maior do que o mesmo período de 2005 e 14,2% maior do que o trimestre imediatamente anterior. Com esse resultado, a empresa de telefonia móvel brasileira encerrou 2006 com uma receita líquida de R$ 10,11 bilhões, 20,9% a mais do que 2005. A receita bruta somou R$ 13,8 bilhões.

O Ebitda do quarto trimestre somou R$ 795,5 milhões (mais 17,9% em relação ao 3T06), perfazendo um total de R$ 2,492 bilhões no ano, ou 67,7% a mais do que em 2005. A margem também aumentou para 27,3% no 4T06 e 24,6% em 2006, 4,5 pontos percentuais maior do que o 4T05 e 6,8 p.p do que 2005.

No trimestre, a empresa também registrou um lucro líquido de R$ 78,7 milhões, revertendo, assim, o prejuízo de igual período de 2005, que chegou a R$ 110 milhões. No ano, o prejuízo líquido da empresa foi de R$ 301,683 milhões, uma queda de 69,5% frente ao prejuízo total de R$ 989 milhões de 2005. Para a Tim, esses resultados se devem à redução do custo de aquisição de clientes, provocada pelo drástico corte nos subsídios aos aparelhos pré-pagos.

( Da Redação )

Anterior Google aposta na propaganda móvel
Próximos Operadora italiana vai distribuir R$ 450 milhões de dividendos