Set-Up Box_timA TIM começou a enviar a clientes um aviso de que o Blue Box será encerrado em 29 de fevereiro. O produto, anunciado em 2014, mas lançado apenas em meados de 2015, é um set-top box com sintonizador digital e capacidade de baixar aplicativos. Entre os apps que trazia estavam o Netflix e a Self TV, este último da TV Alphaville e que permitia aos assinantes Live TIM em São Paulo e Rio de Janeiro assinar canais da operadora de TV.

A companhia não dá muitos detalhes no comunicado. Diz apenas que o produto Live TIM Blue Box será descontinuado e a comercialização suspensa. “Em 29/02/16 o serviço será cancelado, mas atuais clientes poderão continuar utilizando o serviço Live TIM Blue Box normalmente até esta data”. O encerramento não impacta a oferta de ultra banda larga em fibra da companhia.

No ano passado, fontes ouvidas pelo Tele.Síntese afirmaram que o produto havia encalhado. A ideia inicial era de distribuição ao varejo, além de vendas na loja online da operadora. Mas a distribuição ao varejo nunca aconteceu. Teriam sido colocados à venda cerca de 10 mil unidades, mas apenas 4 mil foram vendidas.

Mas revela que o desaquecimento da economia foi crucial para a decisão. “O atual cenário macroeconômico motivou a decisão de descontinuar o Blue Box e interromper as vendas do serviço”, diz, em nota. Ela está orientando os clientes de serviços por assinatura integrados à caixinha, como Self TV ou Netflix, a realizar o cancelamento da conta com o parceiro. “A TIM informa que continua avaliando novos modelos de negócio envolvendo os segmentos de entretenimento e conteúdo”, acrescenta.

Como fica?
O projeto, no entanto, não está morto. A TV Alphaville promete encampar a inciativa, assumindo vendas e distribuição, e mantendo o uso da rede da TIM para transmissão dos conteúdos da Self TV. “Há muito potencial, a rede de fibra da Live TIM acrescenta 20 mil, 40 mil usuários por mês”, diz Cristina Budeu, CEO da TV Alphaville. A TV Alphaville estaria fechando os últimos detalhes do novo modelo com a TIM, no qual também a MTel, desenvolvedora da plataforma, estaria disposta a entrar como sócia.

Cristina diz que pouco vai mudar para os consumidores que assinaram a Self TV – cerca de 500. Eles continuam a pagar a mensalidade da TV paga normalmente. Também afirma que não haverá mudança no preço do aparelho (cerca de R$ 600), nem da assinatura da Self TV (a partir de R$ 30). “O produto não vai mais chamar Blue Box, vai ter outro nome. Mas vamos tentar fechar acordos também com várias outras redes”, antecipa.

A própria TV Alphaville, acrescenta, tentará renovar o acordo com a Netflix para manter a distribuição do app pela nova caixa. Programadoras também vão colocar seus apps OTT ali, como a Fox, que já teria aceitado instalar o Fox Play, e a Turner, que deve oferecer o Cartoon Go.