TIM Brasil contrata Nokia para implantar rede 4,5G


nokia_airscale_radio_access_pr
Os Rádios AirScale, fabricados pela Nokia, serão usados na nova rede da TIM Brasil. (Foto: Divulgação)

A fabricante Nokia será responsável pela expansão da rede 4,5G da TIM no Brasil. As empresas anunciaram hoje, 15, que firmaram contrato para a construção e atualização de redes. A implantação deve durar três anos e vai abarcar a entrega de antenas, sistemas de energia, otimização de serviços e obras em cerca de 9 mil sites da operadora. O valor do negócio não foi revelado.

O projeto prevê uso das frequências de 2600 MHz, 1800 MHz e 700 MHz para entrega de conectividade LTE. Haverá agregação de portadoras nas cidades em que as faixas estiverem disponíveis. A TIM tem pressa em liberar a faixa de 700 MHz, pois esse espectro tem maior cobertura e penetração indoor, facilitando a entrega de serviços tanto em zonas rurais, como em centros urbanos.

Segundo as empresas, o objetivo do projeto é deixar a rede da TIM apta a receber a evolução da 5G, quando esta for padronizada internacionalmente. Por isso a operadora teria escolhido equipamentos já preparados para receber atualizações simples, que os fariam funcionar com a próxima geração. Enquanto isso, no entanto, a rede está sendo chamada de 4.5G Pro, em que o mesmo site é capaz de gerenciar diferentes frequências e tecnologias automaticamente.

A Nokia já fornecia para a TIM Brasil. Em 2015, a empresa foi escolhida para modernizar a rede 3G e implantar sites 4G em 17 estados brasileiros, incluindo entrega de small cells, implantação, otimização e serviços de assistência.

Anterior LTE ultrapassa 1,9 bilhão de conexões no mundo, 119 milhões na AL
Próximos Europa aprova fusão entre AT&T e Time Warner

4 Comments

  1. Vagner Ornelas
    15 de Março de 2017

    Creio que para o consumidor essa combinação de Tim + Nokia + 700MHz será altamente benéfica, e vai acabar com um dos únicos diferenciais da Vivo, que é justamente ter a frequência de 850MHz em algumas regiões que dá uma melhor cobertura indoor (ainda que apenas para voz no caso atual da Vivo). Finalmente teremos um nivelamento de qualidade e cobertura das operadoras com o LTE em 700MHz. Espero que não esqueçam do VoLTE, já que corremos o risco de perder a chamada de voz quando estivermos em 700MHz.

  2. 15 de Março de 2017

    A vivo utiliza 850Mhz na maioria dos seus sites 3G desde 2010 quando iniciou a expansão massiva da rede. Isso só foi possível graças a rede GSM dela ter sido toda construída já pronta para atualização pra 3G o que foi uma enorme vantagem sobre as demais na década passada. Isso permitiu que com uma pequena atualização fossem possível ativar 3G no maior número de sites possíveis.
    Quanto ao Lte a tim possui menos espectro 2600 que a vivo o que exige pressa na migração dos 1800 e uso dos 700. No caso vivo e claro possuem ambas 20Mhz a mais que a tim na faixa ds 2600.

  3. Mauricio Silva pimenta
    15 de Março de 2017

    Bom trabalho com Telecom já há mais de 15 anos desde o tempo da tecnosistemi uma das últimas foi a networker como supervisor de infra e rf,pediu recuperação judicial desde então estou como autônomo,mas se tiver uma oportunidade para voltar ao mercado estamos a disposição,Meu fone e 11968345342. Att:mauricio…

  4. Wiliams Reis Cirqueira
    16 de Março de 2017

    É,com certeza com essa ampliação d rede,teremos uma ampla abertura de campo de trabalho,e espero ser chamado por alguma empresa para fazer parte deste grande passo de tecnologia da Tim.
    Sou instalador técnico em telecomunicações desde 2001,comprovado em carteira, abrangente na área de instalação e configuração 3G,4G e Mw.