TIM contrata inteligência artificial de IBM e Capgemini


IBM será responsável por solução de autoatendimento por voz. Capgemini entregará sistema para tomada de decisão para melhoria de processos internos da operadora. TIM também anunciou que recebeu o selo “Pró-Ética” da Controladoria-Geral da União.

A TIM fechou contrato com a IBM e a Capgemini para utilizar soluções de Inteligência Artificial a serviço dos seus clientes e do processo de transformação digital da empresa. O objetivo é utilizar a tecnologia cognitiva para oferecer um atendimento aos clientes mais guiado pelas suas necessidades, além de proporcionar aos executivos da companhia subsídios para a tomada de decisões de negócio focadas em otimizar os processos internos da operadora.

“Queremos utilizar a inteligência artificial desde a modelagem de uma oferta até a adoção de uma central de atendimento responsiva no processo de transformação digital da companhia”, diz Auana Mattar, CIO da TIM Brasil.

Uma das soluções será usada na interação dos clientes no canal de voz por meio de um autoatendimento cognitivo. A interação, feita de forma automatizada pelo telefone, permite que muitas solicitações sejam filtradas e tratadas de imediato. A operadora espera, assim, diminuir o tempo de resolução das demandas e melhorar a relação com os clientes neste canal de atendimento. Neste caso, a solução usa linguagem natural, foi criada pela IBM Services e viabilizada com serviços em IBM Cloud.

Já a consultoria Capgemini suportará todo o back-office, viabilizando a transformação digital através da tomada de decisão inteligente com uso de IA (Inteligência Artificial) e RPA (Robotic Process Automation) focados na implementação de processos apoiados pela inteligência artificial em toda empresa. Os valores dos contratos e sua duração não foram revelados.

CGU dá selo inédito a TIM de empresa Pró-Ética

A Controladoria-Geral da União (CGU) reconheceu a TIM como Empresa Pró-Ética, iniciativa que existe com o objetivo de promover um ambiente corporativo mais íntegro, ético e transparente. A companhia é a primeira do setor de telecomunicações a receber a certificação, anunciada nesta quinta-feira,12, durante a 1ª Conferência Internacional de Promoção da Integridade, em Brasília.

Para receber essa habilitação, o Programa de Integridade da TIM passou por uma criteriosa avaliação de um comitê gestor formado por membros da CGU, do Instituto Ethos, da B3, entre outros. Neste ano, 373 empresas deram entrada no programa e, ao final, 26 receberam a aprovação. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Serviços de informação e comunicação avançam 1,8% em outubro
Próximos EBC é qualificada para privatização

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *