A TIM pretende aproveitar a assembleia geral de acionistas, que acontece em 19 de abril, para aprovar uma renovação de seus conselho de administração. A companhia propôs seis dos dez executivos que participam do grupo. Continuam Alberto Whitaker, Herculano Alves (conselheiro independente), Manoel Horácio, e Stefano De Angelis, também CEO da operadora.

Entram Enrico Barsotti, Enrico Zampone, Elisabetta Colacchia, Nicoletta Montella e Sabrina Valenza, todos executivos da Telecom Italia, além de Mario Cesar Pereira de Araujo (conselheiro independente, ex-CEO da TIM). Os nomes foram escolhidos e indicados pelo controlador, a Telecom Italia, que tem 67% do capital da TIM Brasil.

Eles substituem Adhemar Gabriel Bahadian, Francesca Petralia, Franco Bertone, Oscar Cicchetti, Mario di Mauro e Piergiorgio Peluso. A eleição acontece na AGO. Os eleitos tomam assento no dia, e ficam no cargo até a assembleia de acionistas de 2019.