TIM tem novo diretor de negócios para PMEs


logo timA TIM informou nesta segunda-feira (10) que Fortunato Rosato assumiu o cargo de diretor de negócios para pequenas e médias empresas na regional São Paulo. De acordo com a operadora, o executivo terá como meta o aumento em 60%, até setembro, no número de parceiros de negócio. A companhia pretende dar maior impulso às vendas de banda larga móvel.

Rosato faz parte da equipe da TIM Brasil desde 2011 e foi o responsável pelo desenvolvimento de um novo canal de vendas para retenção de clientes do segmento corporativo Top PME (Sales Senior Account). Entre 2012 e 2013 foi gerente nacional de channel & sales development, respondendo pela estratégia nacional de parceiros de negócio, pelo desenvolvimento de canais alternativos e pelo trade marketing. Antes de assumir a nova área em São Paulo, Rosato era responsável nacional pela estratégia e operação de vendas sales senior account.

No estado de São Paulo, Rosato conta com uma equipe de 60 funcionários da área comercial e, aproximadamente, 65 parceiros de negócio que somam 700 profissionais que comercializam planos e prestam atendimento às empresas. A operadora pretende reforçar a oferta de serviços com foco em microempresas.

Fortunato Rosato, 41 anos, é italiano, bacharel em Economia e especialista em Administração e Marketing pela Universitá Cattolica del Sacro Cuore di Milano. Com passagens pelo Grupo Imation Italia (3M) e Kuwait Petroleum Italia SpA, ingressou na Telecom Italia em 2002, atuando na área de marketing e vendas como Diretor Regional TOP PME.
Vendas no Mass Channel da TIM crescem em 2013

Em 2013, o chamado “canal de massa” da TIM foi responsável por 68% das vendas do segmento pré-pago da operadora, com um crescimento de 7,8% em relação ao ano anterior, informou a operadora móvel. Isso significa que, a cada 10 chips vendidos, quase sete foram adquiridos fora de lojas e revendas, em pontos como bancas de jornal, padarias, casas lotéricas, farmácias etc. No eixo RJ-SP, a empresa aposta na comercialização nas estações de metrô e trem da capital paulista e na barca Rio-Niterói, por exemplo. A companhia fechou o ano com mais de 330 mil pontos de venda no canal em todo o Brasil.

Anterior Proteste lança cartilha com foco em direito do consumidor
Próximos Linha dedicada lidera pedidos de negociação no atacado