TIC ganha 13.273 vagas no Pronatec Brasil Maior


 

 

 

O setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) ganhou 13.273 vagas para qualificação de mão de obra no Pronatec Brasil Maior, lançado nesta quinta-feira (19), pelos ministérios do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior e Educação. Ao todo, serão oferecidos pelo sistema do MEC mais de 118 mil cursos de acordo com a demanda da indústria local.

 

O Pronatec foi lançado em 2011 pela presidente Dilma Rousseff, ampliando substancialmente a oferta de educação profissional e tecnológica. “Em dois anos, mais de quatro milhões de jovens e adultos já passaram por alguma qualificação ou estão matriculados em algum curso do programa, mas a meta é chegar a oito milhões de vagas em 2014”, afirmou o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel. Para ele, a ação é um dos motivos que faz o país dar um salto de qualidade, não só na economia, mas também na vida das pessoas.

De acordo com o secretário de Inovação do MDIC, Nelson Fujimoto, o diferencial do Pronatec Brasil Maior é o fato  de que os cursos oferecidos e o número de vagas a serem criadas são pautados pela real demanda da indústria. No caso do setor de TIC, por exemplo, ele informou que o levantamento foi feito pela Assespro (Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação) e Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação).

As duas entidades fizeram o levantamento de vagas junto aos departamentos de Recursos Humanos das empresas e de acordo com os estados onde há a necessidade de capacitação. A partir dessa avaliação, o MDIC solicita a criação das vagas ao MEC. Fujimori disse que os cursos são destinados tanto para novos trabalhadores como para treinamento dos funcionários das empresas.

Fujimori disse ainda que pretende incluir vagas para a área de telecomunicações  nesta primeira etapa, mas está dependendo do levantamento da demanda. “Essa avaliação está sendo feita pelo Ministério das Comunicações”, informou.

Todos os cursos ofertados pelo Pronatec Brasil Maior são gratuitos, com carga horária mínima de 160 horas e estão incluídos no programa de Formação Inicial e Continuada (FIC) do Ministério da Educação.

Anterior SAP investirá $ 60 milhões em novo centro de P&D no Brasil
Próximos MDIC regulamenta habilitação provisória para antecipar benefícios da Lei de Informática