Termo de referência de editais da Telebrás ainda sem prazo


A Telebrás ainda não tem data prevista para publicação dos termos de referência dos editais para compra de equipamentos que irão acender a rede de fibra ótica. A previsão inicial é de que os quatro textos seriam colocados em consulta pública na última semana, por 15 dias antes da licitação, tudo a tempo de ligar ainda este ano as cem cidades previstas na primeira etapa do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

O tema foi tratado durante reunião do Conselho de Administração da estatal, realizada na última sexta-feira (3), que decidiu também, entre outras coisas, aprovar a realização de estudo para efetuar o agrupamento de ações de emissão da Telebrás. A estatal dispõe de 1,09 trilhão de ações, sendo 896,9 bilhões de ações ordinárias e 210,2 bilhões de ações preferenciais.

A medida será mais um passo para a companhia alcançar um nível de governança corporativa maior e, até mesmo, ingressar no Novo Mercado da Bovespa, grau máximo de governança corporativa do mercado de capitais brasileiro. Porém, ainda não há uma previsão de quando isso deverá ocorrer. Isto porque a estatal precisará, antes, excluir as ações preferenciais, já que nesse nível de mercado só há espaço para ações que deem direito a voto, ou seja, as ordinárias.

O Conselho de Administração da estatal discutiu também a aplicação do Plano de Indenização por Serviços Prestados (PISP) e o quadro de pessoal da companhia, além dos recursos aplicados no programa até julho de 2010. A proposta é de que haja um ajustamento ao plano em prazo ainda a ser definido.

Foi ainda aprovada a nomeação do contador Antonio Hiroyuki Yamada como gerente de Auditoria Interna da Telebrás, em substituição ao contador Adailton de Brito Góis, que respondia pela área. A reunião já foi comandada pelo coordenador de programas de Inclusão Social da Presidência da República, Cezar Alvarez, que assumiu em agosto a presidência do Conselho de Administração da estatal.

Anterior PNAD: telefonia celular aumentou quatro vezes em 5 anos.
Próximos África do Sul começará testes de campo da TV digital