Terminais móveis caem 5,4% em janeiro. Oi lidera queda com 5, 8 milhões de linhas, diz Anatel


A queda do número de acessos móveis em 2016 foi consequência da redução da tarifa de interconexão e do valor de remuneração de uso de rede das prestadoras móveis, praticados entre as operadoras. Com preços menores das ligações de uma empresa para a outra, os consumidores cancelaram os chips de diferentes prestadores. A desaceleração econômica também contribuiu para encolhimento da base de acessos móveis.

(Crédito: Shutterstock/ Stockphoto)
(Crédito: Shutterstock/ Stockphoto)

O mês de janeiro de 2017 fechou com 243,42 milhões de linhas móveis em operação, queda de 5,38% em comparação com janeiro de 2016, o que equivale a menos 13,83 milhões de linhas. A redução nos números foi liderada pela Oi com queda 5,82 milhões de linhas, seguida pela Claro com diminuição de 4,87 milhões e TIM com menos 4,08 milhões. Entre as grandes operadoras, a menor redução foi registrada pela Vivo — – 0, 86% ( menos 628, 9 mil linhas).

Só cresceram, como natural, as pequenas operadoras. Datora, que mais que dobrou sua base, chegando a 58 mil linhas; e Porto Seguro que cresceu 27%, registrando 97,7 mil linhas. Destaque para a CTBC Telecom, que se mantém estável, com 1, 335 milhão de linhas (+ 2,3%) e para a Nextel, com 2, 604 milhões (+ 4,88%).

A queda do número de acessos móveis no ano passado foi consequência da redução da tarifa de interconexão (cobrada entre empresas fixas e móveis) e do valor de remuneração de uso de rede das prestadoras móveis (VU-M), praticados entre as operadoras. Com preços menores das ligações de uma empresa para a outra, os consumidores cancelaram os chips de diferentes prestadores.  A desaceleração econômica também contribuiu para encolhimento da base de acessos móveis. (Com Assessoria de Imprensa)

Grupos Econômicos

Veja abaixo a distribuição das linhas móveis em operação por grupo econômico e as variações.

Variação Anual

Empresa Janeiro/2016 Janeiro/2017 Quantidade Percentual
CTBC TELECOM 1.305.794 1.335.830 30.036 2,30%
CLARO 65.036.448 60.169.181 -4.867.267 -7,48%
DATORA 44.230 102.435 58.205 131,60%
NEXTEL 2.483.092 2.604.317 121.225 4,88%
OI 47.778.310 41.956.070 -5.822.240 -12,19%
PORTO SEGURO 356.169 453.925 97.756 27,45%
SERCOMTEL /COPEL 65.455 72.025 6.570 10,04%
VIVO 73.267.319 73.896.211 628.892 0,86%
TERAPAR 7.180 7.180 0 0,00%
TIM 66.904.053 62.821.808 -4.082.245 -6,10%
Total 257.248.050 243.418.982 -13.829.068 -5,38%

 

Anterior O embate do roaming permanente já está na Anatel
Próximos GSMA pede regulação "à prova de futuro"

1 Comment

  1. 2 de Março de 2017

    A Oi precisa investir mais!