Terminais 4G ultrapassam a barreira de 2 milhões em março


Com acréscimo de 860,21 mil habilitações, o Brasil fechou março de 2014 com 273,58 milhões de linhas de celulares ativas. A banda larga móvel totalizou 114,42 milhões de acessos, dos quais 2,08 milhões eram terminais 4G.

No terceiro mês de 2014, os acessos pré-pagos totalizavam 212,21 milhões (77,57% do total) e os pós-pagos 61,37 milhões (22,23%). A teledensidade subiu de 134,97 para 135,30 acessos por 100 habitantes.

Entre as operadoras, a Claro foi a única que apresentou queda na participação de mercado, saindo de 25,28% em fevereiro para 25,13% no mês de março. Mesmo assim manteve a terceira posição. A Vivo continua na liderança, com 28,68% em março ante 28,62% do mês anterior. A TIM, em segundo lugar subiu de 27% para 27,02% no período.

A Oi também avançou, de 18,47% para 18,49% entre fevereiro e março e a entrante Nextel chegou a 656.825 usuários, com 0,24% de market share. A PortoSeguro, principal MVNO em funcionamento, manteve o percentual de 0,04% do mercado, alcançados desde janeiro deste ano.

As conexões M2M (máquina a máquina) já somam 8,6 milhões ante 8,4 milhões de fevereiro. Mas os terminais de banda larga (minimodems) mantiveram a tendência de queda observada desde o final do ano passado. Em março, o número de equipamentos chegava a 6,93 milhões, enquanto em fevereiro eram 6,95 milhões e 6,99 milhões em janeiro.

Anterior Google mantém em março liderança entre sites de buscas com 94% de participação
Próximos Obrigatoriedade da guarda de dados por provedores só com a regulamentação do Marco Civil