Tempo de navegação em casa por idosos já é maior que por jovens


Os idosos já superam os jovens no tempo de uso do computador domiciliar com internet no Brasil, indica a pesquisa da Nielsen IBOPE. Segundo o levantamento de outubro de 2013, pessoas da faixa de 55 a 64 anos de idade registraram média individual de tempo de 53 horas e 12 minutos no mês. No mesmo período, o tempo médio de computador domiciliar de um jovem de 12 a 17 anos foi de 30 horas e 30 minutos.

O número de páginas vistas e o número de sessões por mês também é maior entre os internautas de mais idade. Em outubro, o público de 55 a 64 anos foi ao computador em média 48 vezes no mês, enquanto a faixa de 12 a 17 anos somou 20 sessões por pessoa. O grupo de 55 a 64 anos representa 8,1% do total de 46,7 milhões de usuários ativos domiciliares. Os adolescentes de 12 a 17 anos, representam 11,8%.

No conjunto dos ambientes casa e trabalho, os adultos de 25 a 34 anos concentram o maior tempo médio de uso do computador com internet, com 80 horas e 40 minutos por pessoa por mês.

Usuários

O número de usuários ativos em outubro foi de 56 milhões, em casa ou no local de trabalho, o que significou uma queda de 0,7% em relação aos 56,4 milhões do mês anterior. Na comparação com os 53,2 milhões de usuários ativos de outubro de 2012, o aumento foi de 5,3%. O tempo por pessoa de uso do computador aumentou 5% em outubro, ao chegar a 60 horas e 18 minutos, em casa ou no local de trabalho.

Considerando apenas a navegação domiciliar, o analista da Nielsen IBOPE, José Calazans aponta que o tempo de uso do computador cresceu 3,4% e chegou à marca de 38 horas e 11 minutos. Em casa, o número de usuários ativos em outubro foi de 46,7 milhões, o que correspondeu a uma diminuição de 1,2% sobre o mês anterior e um aumento de 7,8% sobre outubro de 2012. “Entre os sites que mais cresceram em audiência única em outubro estão os de informações sobre finanças e economia, sorteios e apostas, fabricantes de computadores e montadoras de automóveis.”, afirma Calazans.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Em outubro, Oi, TIM e Vivo voltam a descumprir metas de velocidade da banda larga móvel
Próximos Acesso à banda larga cresce 43% em 12 meses