Telkom South Africa pode fazer OPA à PT


Maior empresa de telecomunicações sul-africana, a Telkom South Africa, tem mantido contatos com investidores portugueses com intuito de fazer uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a Portugal Telecom. A PT é alvo de uma OPA por parte do conglomerado Soanecom, considerada “hostil” pelos acionistas. Um porta-voz da Telkom South Africa confirmou hoje à agência …

Maior empresa de telecomunicações sul-africana, a Telkom South Africa, tem mantido contatos com investidores portugueses com intuito de fazer uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a Portugal Telecom. A PT é alvo de uma OPA por parte do conglomerado Soanecom, considerada “hostil” pelos acionistas. Um porta-voz da Telkom South Africa confirmou hoje à agência Bloomberg que as conversações sobre a PT são “apenas uma das muitas oportunidades de crescimento que a empresa tem sido abordada”.

Os sul-africanos estão desde quarta-feira passada em Portugal, matendo contato com empresários e possíveis investidores locais, um deles seria João Pereira Coutinho.  As ações da PT negociavam em alta de 1,01% para os 9,97 euros, dando continuidade à subida da semana passada, altura em que o papel esteve animado com a possibilidade de um grupo de private equite estar igualmente interessado em avançar com uma oferta alternativa à da Sonaecom, em parceria com o empresário Miguel Pais do Amaral.

De acordo com a edição de hoje do Diário Económico, o consórcio liderado pelo presidente da Media Capital quer fazer uma abordagem não hostil à empresa, o que se traduzirá na promessa de não vender nenhum dos ativos atuais da PT, ao contrário do que pretende a Sonae.

Pais do Amaral, em conjunto com a Lehman Brothers, deverá escolher entre o Royal Bank of Scotland, Deustche Bank, BNP Paribas e BBVA os financiadores da sua provável OPA sobre a PT.  (Da Redação com Jornal de Negócios, de Lisboa)

Anterior CMSW: tarifa única em 1.700 municípios
Próximos Serviços: Brasil Telecom anuncia vencedores no início de maio.