Teles puxam receita do setor de comunicações em 2010


 

As empresas de informação e comunicação somaram receita operacional líquida de R$ 233,5 bilhões ou 26,9% do total do setor de serviços do país em 2010, aponta a Pesquisa Anual de Serviços (PAS) 2010, que traz informações sobre a estrutura produtiva do setor de serviços não financeiros no Brasil, divulgada nesta quarta-feira (26) pelo IBGE. Os dados revelam que, depois de um crescimento real de 6,4% na receita operacional líquida em 2009, o setor de serviços voltou, em 2010, a ter alta de 11%, patamar próximo ao obtido em 2008 (11,4%), o que indica a recuperação do setor frente à crise econômica mundial que se iniciou no segundo semestre de 2008.

 

Entre 2007 e 2010, a receita líquida das empresas de serviços acumulou um crescimento real de 31,6%, sendo que em quatro segmentos a variação acumulada foi superior a este resultado: os serviços de manutenção e reparação (63,0%); as atividades imobiliárias (59,8%); os serviços prestados principalmente às famílias (44,9%) e os serviços profissionais, administrativos e complementares (44,9%).

No setor de informação e comunicação, a atividade de telecomunicações, com suas 3.663 empresas, representando 4,5% do segmento, foi responsável pela maior parcela da receita operacional líquida do setor (R$ 131 bilhões ou 56,1%). A atividade destacou-se, ainda, com a maior média de pessoas ocupadas por empresa (44, frente a 10 no segmento), o maior salário médio (6,3 salários mínimos), acima da média dos serviços de informação e comunicação (5,8), e a maior produtividade (R$ 382,6 mil), também superior à média de R$ 148,0 mil. Os serviços de tecnologia de informação alcançaram as maiores participações no número de empresas, (64,5%, 52.723), no pessoal ocupado (48,7%, 389.881) e na massa salarial (52,6%, R$ 16,2 bilhões).

A publicação completa da PAS 2010 está disponível no link http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/comercioeservico/pas/pas2010. (Da redação)

Anterior MPF/GO desiste de buscar o uso da classificação indicativa na internet
Próximos Embratel investe R$ 100 milhões em novo data center na capital paulista