Teles lideram ranking de empresas mais reclamadas no Procon-SP em 2013


O setor de telecomunicações manteve sua posição historicamente destacada no ranking de reclamações de consumo do estado de São Paulo, em 2013. Juntas as cinco maiores empresas ou grupos empresariais do setor ultrapassaram a marca de 6.600 reclamações fundamentadas no ano, conforme informações divulgadas nesta segunda-feira (17).

 

O grupo Claro (Claro, NET, Embratel) liderou o ranking das empresas mais reclamadas, seguido pelo Grupo Itau, e Grupo Vivo. A Oi ficou na quarta colocação e a TIM, na sétima. A Sky aparece na 25ª posição.

 

A lista contém os 50 fornecedores que mais geraram reclamações fundamentadas, ou seja, demandas de consumidores que não foram solucionadas na fase inicial do atendimento. A lista é estadual, pois além dos dados do Procon-SP estão incluídos dados de mais 26 procons municipais.

 

O total de atendimentos para consultas, orientações e queixas no ano passado foi de 790.476, (61,71% na capital, 38,29% no interior). Estes atendimentos geraram 254.126 encaminhamentos da Carta de Informação Preliminar (CIP) ao fornecedor. Nesta fase preliminar 84,64% dos casos foram solucionados.(Da redação, com assessoria de imprensa)

 

Anterior Novo ministro da Ciência Tecnologia e Inovação promete melhorar a posição do país no setor
Próximos BNDES enquadra fibra óptica no Finame

1 Comment

  1. […] divulga lista de empresas com maior número de queixas …SéculoRevista Época Negócios-Telesintese.-Economia – iGtodos os 22 […]