Teles lançam sistema de autorregulação para melhorar relação com o consumidor


Sete operadoras de telecomunicações  – Algar Telecom, Claro, Oi, Sercomtel, Sky, TIM e Vivo – lançaram hoje, 11, o SART (Sistema de Autorregulação das Telecomunicações) que pretende apresentar em dois meses o Código de Conduta de Atendimento; em três meses, o Código de Conduta de Cobranças; e em quatro meses, o Código de Conduta de Ofertas.

” A autorregulação diminui os custos da assimetria da informação”, afirmou o presidente-executivo do SindiTelebrasil, Marcos Ferrari. Segundo José Alexandre Bicalho, diretor de Regulação e Autorregulação do sindicato, o principal objetivo dessa iniciativa é “melhorar as relações de consumo”.

PUBLICIDADE

Para a superintendente de Relações com os Consumidores da Anatel, Elisa Leonel, a autorregulação poderá resolver  o problema das relações entre os diferentes agentes. “Os serviços de telecomunicações serão sempre muito regulados, resta saber quem vai desenvolver esse papel. Hoje, há uma visão dos órgãos de controle de que a Anatel age de  má-fé;por sua vez a Anatel acha que as prestadoras agem de má-fé; e as prestadoras acham que os consumidores agem de má-fé”, sentenciou.

Para ela, essa iniciativa, que contará também com a participação de um conselho independente, poderá fazer com que as demandas entre o consumidor, o setor público e o setor privado possam chegar a um bom termo.

 

Anterior Equinix vai construir sétimo data center no Brasil
Próximos Disputa entre Claro, Telefônica e TIM pode elevar o valor da Oi Móvel