Teles agora correm para atender demandas adicionais da Fifa


O presidente da Telefônica/Vivo e da Telebrasil, Antônio Carlos Valente, disse, nesta quarta-feira (22), que o sinal das operadoras móveis estará nos estádios das seis cidades-sede até a Copa das Confederações. Mas avisou que as solicitações adicionais da Fifa somente poderão ser atendidas em 2014.

Valente disse que a Fifa pediu agora que o sinal chegue também os campos de treino e aos vestuários dos estádios. “O tempo é muito curto para atender a essas solicitações até junho, mas estamos fazendo esforços para atender essa demanda”, disse.

As operadoras instalaram antenas compartilhadas nos seis estádios e, para efeito de negociações, cada um delas ficou responsável por duas cidades. A Vivo ficou com Brasília e Fortaleza; a Claro, com Recife e Salvador; e a Oi, com Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Wi-Fi

O presidente da Telefônica Vivo descartou o compartilhamento das redes WiFi agora, embora seja uma medida desejável e tecnicamente possível. “Essas redes são poderosos instrumentos para tráfego de dados, mas no conceito que temos hoje há limitações que precisam ser superadas”, disse, se referindo ao número pequeno de canais dedicados à essa tecnologia, nas faixas de 2,4 GHz e 5 GHz.

Segundo Valente, o uso das redes WiFi nas Olimpíadas de Londres foi um grande desafio técnico importante e que, até onde sabe, as questões não foram todas endereçadas. “Particularmente, acho que o atendimento do crescente tráfego de dados vai passar por um conjunto misto de soluções técnicas, cada vez se usando mais femtocélulas, microcélulas para se ter um serviço móvel mais adequado”, disse, afirmando que o grande teste será na Copa das Confederações.

Anterior Claro fecha acordo com Disney para oferta de conteúdo em locadora virtual
Próximos Cisco confirma Dienstamann na presidência da unidade brasileira