Telemar lucra R$ 2,35 bi. Telefônica, R$ 2,36 bi.


A Telemar (Oi) divulgou hoje seus dados financeiros relativos ao quarto trimestre de 2007, quando obteve lucro líquido consolidado de R$ 911 milhões, e de R$ 2,35 bilhões no acumulado do ano, valor 80% superior ao obtido em 2006. O EBTIDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou R$ 1,54 bilhão no trimestre, …

A Telemar (Oi) divulgou hoje seus dados financeiros relativos ao quarto trimestre de 2007, quando obteve lucro líquido consolidado de R$ 911 milhões, e de R$ 2,35 bilhões no acumulado do ano, valor 80% superior ao obtido em 2006. O EBTIDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou R$ 1,54 bilhão no trimestre, com margem de 34,5%, o que representa queda frente ao R$ 1,67 bilhão, com margem de 37,8% verificados no trimestre anterior. No acumulado do ano o EBTIDA ficou em R$ 6,5 bilhões, com margem de 37%, o que significa aumento de 6% em relação ao auferido em 2006.

A receita líquida no último trimestre foi de R$ 4,48 bilhões, totalizando R$ 17,58 bilhões em 2007, avanço de 4,2% em relação ao ano anterior. O resultado foi influenciado “principalmente pelos serviços de dados, banda larga e móvel”, informou a empresa em comunicado. A empresa encerrou o ano com 14,2 milhões de linhas fixas em serviço, o que representa variação negativa de 1,2% frente a 2006. O Oi Velox, serviço de banda larga da companhia, encerrou o ano com 1,51 milhão de usuários, crescimento de 34,6% em comparação com 2006. Os usuários móveis totalizaram 15,98 milhões no último trimestre, crescimento de 22% frente ao registrado ao final do ano anterior.  

A empresa investiu R$ 2,32 bilhões durante o ano, praticamente o mesmo montante investido no ano anterior (R$ 2,30 bilhões). No trimestre, os investimentos somaram R$ 1,02 bilhão, sendo R$ 689 milhões (67,2%) em na telefonia fixa, e R$ 337 milhões (32,8%) na telefonia móvel.

Telefônica lucra R$ 2,36 bi 

A Telefônica (Telesp, operadora de telefonia fixa que atua em São Paulo) registrou lucro líquido de R$ 2,363 bilhões em 2007, com queda de 16,1% sobre o obtido em 2006.

A queda no lucro está ligada ao aumento dos gastos operacionais, que tiveram alta de 10% no ano –de R$ 7,735 bilhões para R$ 8,513 bilhões. No mesmo período, a receita operacional líquida avançou 0,6%, para R$ 14,728 bilhões.

Os gastos estão ligados principalmente aos investimentos da empresa –de R$ 1,992 bilhão no ano– para melhorar a qualidade do sistema e a convergência de produtos e serviços.
"O ano de 2007 foi o ano da nossa transformação, com os devidos ajustes de custo para estarmos ainda mais preparados para sermos bem-sucedidos neste novo cenário do setor de telecomunicações, em que os produtos e serviços convergentes ganharam tanto espaço", disse Antonio Carlos Valente, presidente do Grupo Telefônica no Brasil e da Telesp.

( Da Redação, com agência Folha)
 

Anterior Sérgio Henrique Leitão vai para a Ancine
Próximos Telemar vai investir R$ 4 bilhões em 2008