Telefônica/Vivo inaugura academia de empreendedorismo


A Telefônica/Vivo inaugurou hoje, em São Paulo, a sexta Academia Wayra da América Latina, um espaço de 1.200 metros quadrados para reunir os desenvolvedores de aplicativos e soluções selecionados, em novembro de 2011, dentro do projeto Wayra, de estímulo ao empreendedorismo. Cada um dos desenvolvedores, muitos com produtos que chegam ao mercado no mês que vem, recebeu US$ 50 mil para transformar seu projeto em produto.

De acordo com Gonzalo Martin-Villa, diretor do Wayra Global, o projeto Wayra, criado há pouco mais de um ano, já está presente em onze países, com 12 escritórios. Além das academias da América Latina, também foram abertas duas na Espanha e uma em Londres. Outra unidade, em Dublin, está planejada para este ano.

Martin-Vila destacou que o projeto Wayra já está apoiando 145 projetos em todo o mundo, dos quais 65% já estão em comercilização e muitos já estão recebendo aportes de outros investidores. “O que queremos criar é um ambiente de estímulo ao empreendedorismo que permite tornar viável boas ideais e atrair investidores interessados em aportar recursos nesses projetos”, explicou ele.

Para a Telefônica, segundo o presidente da Telefônica Latino América, Santiago Fernandez Valbuena, o objetivo da criação do Wayra para estimular o empreendedorismo foi fugir dos processos demorados de decisão de uma grande empresa como a Telefônica. Isso porque o empreendedorismo demanda decisões ágeis e muita interação, o que a Academia Wayra espera proporcionar com sua estrutura horizontal e colaborativa. Até agora, diz ele, a Telefônica, já investiu no Wayra cerca de US$ 10 milhões. “Trata-se de um projeto de longo prazo, que pode vir gerar valor ao nosso negócio”, informou.

Novos produtos

Os dez projetos selecionados e agora instalados na Academia Wayra, por até doze meses, envolvem aplicações em diferentes áreas: e-commerce, redes sociais, aplicações móveis, inovação social, crowd-sourcing, serviços em nuvem e de localização. Na Academia, além de infraestrutura, os empreendedores contam com consultoria e atenção de especialistas das áreas de negócio da Telefônica e do mercado.

Entre os que estão prontos para alcançar o mercado está o EuDecido, um site que vai reunir os interessados na aquisição de um carro de determinada marca e modelo e negociar coletivamente a compra. O site vai ser lançado em agosto, com uma promoção inicial para funcionários do grupo Telefônica, mas logo em seguida será aberto ao mercado, segundo o paulista Eduardo Medeiros, presidente.

Outra iniciativa, esta já no ar, é o site Qranio, com 40 mil usuários e tempo médio de permanência no acesso de 27 minutos. O site, de acordo com o mineiro Samir Iásbeck de Oliveira, tem por objetivo estimular a aquisição de conhecimento pelos usuários de forma lúdica, por meio de testes. Os mais bem pontuados recebem prêmios, como produtos e serviços que serão aportados pelos parceiros. Além da Telefônica, parceira natural por ser sócia do negócio com 10% (mesmo modelo aplicado em todos os projetos selecionados pela Wayra), o Qranio está perto de fechar com o Itaú. Há outras negociações em andamento.

Anterior Assinantes de TV paga chegam a 14,5 milhões em junho
Próximos Uso de pregão eletrônico gerou economia de 23% nas compras públicas do 1º semestre