Telefónica seleciona duas cidades espanholas para laboratório da 5G


5g-redeSegovia e Talavera de la Reina foram as cidades escolhidas pela Telefónica para serem os laboratórios vivos para as aplicações da tecnologia 5G, em parceria com Nokia e a Ericsson. Paralelamente à implantação da rede de nova geração, será tornado disponível novo portfólio de serviços no período de 2018-2020.

A nova geração de telefonia móvel aumentará a velocidade de 1 Gbps para até 10 Gbps (mais de 3 vezes a velocidade atual da fibra no lar) e permitirá reduzir a latência, atingindo um mínimo entre 1 e 5 milissegundos. Além disso, conta com alta capacidade, com a possibilidade de ter até cem vezes mais dispositivos conectados.

Ao fazer esta semana o lançamento do projeto batizado 5G Technological Cities, o CEO da Telefónica España, Luis Miguel Gilperez, os casos de uso 5G serão desenvolvidos com testes de conceito sobre os novos serviços, produtos, experiências e modelos de negócios, que serão possíveis como resultado desta tecnologia e os benefícios de aumentar a largura de banda ou diminuir a latência.

Aplicações

Entre os projetos em desenvolvimento pela empresa, está o trabalho realizado em conjunto com a SEAT e a FICOSA em aplicações de automóveis conectados. Essas aplicações conectam veículos à infraestrutura rodoviária e aos cidadãos, a fim de melhorar a segurança e o gerenciamento do tráfego.

Os serviços turísticos com realidade virtual e aumentada, a automação e digitalização de processos industriais, a massificação da Internet das Coisas, o acesso rádio fixo em ambientes rurais, o gerenciamento remoto de processos críticos, a telemedicina, o jogo móvel e o controle remoto de drones são alguns dos possíveis casos de uso ativados pela chegada de 5G.

De acordo com o presidente da Ericsson na Espanha, José Antonio López, um dos principais objetivos do projeto será promover o turismo será promover o turismo. Para isso, a Ericsson trabalha em conjunto com a Fitur e, no caso do laboratório de 5G. com a Câmara Municipal da Talavera de la Reina. A Nokia vai implantar a rede em Segovia. (Com Assessoria de Imprensa).

Anterior Apesar de anomalia no lançamento, satélites SES-14 e Al Yah 3 entram em órbita
Próximos LG tem resultado recorde, mas divisão de celulares continua no vermelho