Telefônica mantém liderança no ranking de queixas do Procon-SP


A telefônica continua na liderança do ranking de queixas dos consumidores do Procon-SP. A operadora recebeu 3.615 das 27.747 reclamações fundamentadas (com processo administrativo aberto) em 2008. O resultado, porém, representa uma queda de 17,9% em relação a 2007, quando a Telefônica foi alvo de 4.405 queixas. O ranking das empresas mais reclamadas foi divulgado …

A telefônica continua na liderança do ranking de queixas dos consumidores do Procon-SP. A operadora recebeu 3.615 das 27.747 reclamações fundamentadas (com processo administrativo aberto) em 2008. O resultado, porém, representa uma queda de 17,9% em relação a 2007, quando a Telefônica foi alvo de 4.405 queixas.

O ranking das empresas mais reclamadas foi divulgado hoje pelo secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania, Luiz Antonio Marrey, e o diretor-executivo da Fundação Procon-SP, Roberto Pfeiffer. O evento fez parte das comemorações do Dia Internacional do Consumidor, 15/03, e do aniversário de 18 anos de vigência do Código de Defesa do Consumidor.

Outras operadoras de telefonia também figuram entre as 10 empresas mais reclamadas, como a TIM Celular, em terceiro lugar, com 892 registros; a Brasil Telecom, em quinto, com 758 queixas; e a Embratel, em sexto, com 692 reclamações.

Das queixas contra a Telefônica, 2.974 questões resolvidas e 641 ainda estão pendentes. De acordo com nota da operadora, O índice de resolução dos casos melhorou, de 84% em 2007, para 88% em 2008, atingindo, neste quesito, um dos melhores desempenhos entre as empresas pesquisadas". As principais reclamações foram relacionadas à cobrança de serviços solicitados e não atendidos. (Da redação)

Anterior Aneel recebe sugestões para uso do PLC
Próximos Projeto prevê envio de proposições do povo à Câmara via internet