Telefônica planeja reforçar venda do quadruple play para manter crescimento em acessos fixos


A Telefônica Brasil apresentou nesta quarta-feira (24) os resultados do segundo trimestre deste ano, em que frisou a reversão da tendência de desconexão da voz fixa e recuperação nos acessos de TV (excluindo as deconexões de MMDS por motivos regulatórios), na comparação entre trimestres. Para consolidar a tendência de crescimento nos acessos, a operadora pretende se utilizar da sinergia entre fixo e móvel e avançar na oferta de quadruple play e do FWT, terminal sem fio que utiliza a tecnologia móvel. “Ainda não estamos dando nome à oferta. Ainda não tem um grarda-chuva específico e a ideia é potencializar essa oferta”, declarou Paulo Cesar Teixeira, diretor geral e executivo da Telefônica Vivo, em conferência com jornalistas. 

No segmento de TV paga, em que a Telefônica Brasil vinha registrando continua queda de acessos, a operadora fechou o segundo trimestre com base de 0,5 milhão de clientes, abaixo dos 0,6 milhão do trimestre anterior e 17,4% abaixo do registrado um ano antes. No entanto, desconsiderando a desconexão de clientes MMDS – por conta da regulação do leilão de 4G – a base aumentou 4,1% na comparação trimestre a trimestre, conforme explicou Teixeira, durante conferência com analistas para apresentação dos resultados. Os acessos por IPTV dobraram do primeiro para o segundo trimestre, informou a operadora que mantém o número total em sigilo lembrando que como o relançamento da oferta de DTH para São Paulo ocorreu em junho, os resultados deverão ser sentidos apenas nos próximos trimestres.  

Na banda larga fixa, os acessos somaram 3,8 milhões, crescimento de 3,2% na comparação anual e estável em relação ao trimestre anterior, sendo que Teixiera comemorou a conquista de 150 mil clientes de FTTH, com cobertura de 1,4 milhão de home passeds (a expectativa é chegar até o final de 2013 com 1,8 milhão de home passeds) e redução do churn em 0,5 ponto percentual na comparação anual. A base de acessos com mais de 4 Mbps da operadora dobrou na comparação anual. 

Os acessos de voz fixa totalizaram 10,6 milhões, queda de 1,9% em relaçao ao registrado no segundo trimestre de 2012, o que foi considerado um dado positivos para Teixiera. Contabilizando todos os acessos fixos, a Telefônica Vivo fechou o trimestre com 14,9 milhões de acessos, redução de 1,3% na comparação ano a ano, mas avanço de 0,5% na comparação com o primeiro trimestre de 2013. 

No segundo trimestre, a Telefônica registrou a primeira adição líquida na base fixa desde o terceiro trimestre de 2011, excluindo usuários de MMDS. No caso da telefonia fixa, foi a primeira adição líquida positiva desde o terceiro trimestre de 2010. 

Anterior Cade aprova venda de ações de empresa da Oi para o Santander
Próximos Zeinal Bava dá novo posicionamento à Oi e anima mercado