Telefônica faz oferta pública para comprar ações dos minoritários da Vivo


 
A Telefônica marcou para 18 de março a oferta de aquisição das ações da Vivo fora do grupo de controle. A companhia pretende adquirir até 15.217.217 ações ordinárias da Vivo e oferece o equivalente, em moeda nacional, a € 50,15 por ação, que corresponde a 80% da oferta feita pela Portugal Telecom, de € 62,68 por ação ordinária da Vivo Participações. Se adquirir as 15.217.217 ações ordinárias, terá um dispêndio de cerca de € 763,14 milhões.

Na hipótese de a PT antecipar o recebimento do pagamento da terceira parcela, de R$ 2 bilhões, de 31 de outubro de 2011 para 29 de julho, o valor a ser pago pela Telefônica aos minoritários da Vivo será de € 49,98 (correspondente a 80% do preço por ação devido pela Telefónica à Portugal Telecom). Em 28 de julho de 2010, a Telefónica assinou um acordo para a aquisição de 50% das ações emitidas pela Brasilcel, de propriedade da Portugal Telecom, que resultou na aquisição indireta das ações da Vivo Participações, por € 7,5 bilhões, para pagamento em três parcelas (as duas primeiras já quitadas e a última, no valor de € 2 bilhões será paga em 31 de outubro de 2011). O contrato, no entanto, estabelece que a PT pode solicitar que este pagamento se realize em 29 de julho de 2011. Neste caso, o valor da última parcela será de € 1.975.026.947,00. A diferença resulta  do desconto da taxa de retorno equivalente a 5% ao ano, aplicada para o período compreendido entre 29 de julho e 31 de outubro de 2011. (Da redação)

Anterior Finep divulga resultado preliminar da subvenção econômica à inovação
Próximos Pesquisa mede qualidade da banda larga móvel