Telefônica quer Amos Genish na GVT, diz Valente.


O presidente da Telefônica, Antonio Carlos Valente, disse, nesta terça-feira (7), que a atuação do presidente da GVT, Amos Genish, é considerada como de alto valor para a companhia e, por isso, já houve a manifestação de que sua permanência à frente da empresa será bem-vinda depois da fusão. Mas não garante que ele vá ficar, nem negou que ele tenha sido convidado para ocupar a presidência da Oi, conforme notícias publicadas nos jornais brasileiros.

“Uma das grandes forças que a GVT tem é exatamente a sua equipe de gestão, comandada pelo Amos, que é um empresário de reconhecido valor”, disse Valente. “Da nossa parte, o nosso interesse é que ele continue, agora eu não me sinto capaz de responder por ele sobre o futuro dele”, disse.

Sobre o possível convite da Oi, Valente disse que não tem informações. Genish não falou com a imprensa. As notícias indicam que o empresário seria convidado para substituir Zeinal Bava, que deve deixar em breve a presidência da tele brasileira.

Anterior Telefônica faz pedido de anuência prévia na Anatel para concluir compra da GVT
Próximos TIM amplia projeto de instalação de carregadores de celular