Telefonia móvel continuou a encolher em agosto


A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou nesta segunda-feira, 17, os dados sobre a base de telefonia móvel no Brasil em agosto. O mês terminou com total 252.074.304 de acessos, número 0,19% menor que em julho. Em relação a um ano antes, a retração foi de 9,98%.

Grupo 2015-08 2016-07 2016-08 Saldo mensal Variação mensal (%) Saldo anual Variação anual (%)
ALGAR (CTBC TELECOM) 1.279.213 1.330.480 1.334.026 3.546 0,27 54.813 4,28
DATORA 38.580 72.932 81.035 8.103 11,11 42.455 110,04
NEXTEL 2.249.241 2.467.895 2.481.908 14.013 0,57 232.667 10,34
OI 50.046.902 47.271.679 47.060.857 -210.822 -0,45 -2.986.045 -5,97
PORTO SEGURO 331.618 367.396 378.380 10.984 2,99 46.762 14,10
PREFEITURA DE LONDRINA/COPEL 61.537 71.284 71.836 552 0,77 10.299 16,74
TELECOM AMERICAS 71.209.538 64.019.105 63.683.120 -335.985 -0,52 -7.526.418 -10,57
TELECOM ITALIA 73.388.482 63.584.461 63.514.203 -70.258 -0,11 -9.874.279 -13,45
TELEFÔNICA 81.430.311 73.381.429 73.468.939 87.510 0,12 -7.961.372 -9,78
TOTAL 280.035.422 252.566.661 252.074.304 -492.357 -0,19 -27.961.118 -9,98

A operadora que apresentou a maior perda de acessos em um ano foi a TIM (Telecom Italia), com encolhimento de 13,45%. Seguida da Claro (Telecom Americas), com -10,57%. A Vivo anotou retração da base de 9,78%. A Oi foi a que menos desligou, 5,97%. Ao todo, em um ano, foram cancelados quase 28 milhões de números móveis no país. O motivo foi a continuidade da limpeza de base promovida pelas operadoras e aumento do uso de serviços de internet, que exigem apenas um número, liquidando com o efeito de comunidades (de chamadas entre celulares da mesma operadora).

No oitavo mês do ano, os acessos pré-pagos totalizavam 176,19 milhões (69,90% do total) e os pós-pagos 75,89 milhões (30,10%)

Os números mostram o processo de transição de tecnologias por que passam as redes móveis no país. O 3G somou 28 milhões de desligamentos. O 2G, 29 milhões. Em compensação, o LTE adicionou 29,8 milhões de acessos, encerrando o período com 46 milhões de usuários – contra 134 milhões 3G e 54,7 milhões 2G.

Anterior Intel entra de vez no mercado de drones
Próximos Claro e Ericsson demonstram protótipo de rede 5G