Telecom Italia tem maioria de independentes no conselho


A Telecom Italia anunciou nesta quarta-feira (16) a nova composição de se conselho. Como o mercado previa, a maioria dos eleitos é independente. O objetivo é que nenhum executivo da Telefónica faça parte do conselho, de forma a tentar contornar a situação no Brasil, onde Vivo e TIM concorrem no mercado local, e a decisão do Cade.

Seis diretores foram eleitos com base nas indicações de acionistas e três foram escolhidos a partir de investidores institucionais internacionais. Foram eleitos Lucia Calvosa (independente), Davide Benello (independente), Francesca Cornelli (independente). Pela Telco, da qual a Telefónica detém o controle, foram eleitos Giuseppe Recchi (independente), Marco Patuano, Baroness Denise Kingsmill CBE (independente). Também foram eleitos os diretores, propostos  pela Telco, Flavio Cattaneo (independente), Giorgina Gallo (independente), Tarak Ben Ammar, Laura Ciolli (independente), Giorgio Valerio (independente), Jean Paul Fitoussi e Luca Marzotto (independente). Os diretores têm mandato de três anos. Giuseppe Recchi foi eleito Chairman.

 

Anterior Telefónica cria Axonix e entra em publicidade móvel
Próximos MiniCom aprova isenção para novo projeto de rede da NET