Telecom Itália pagará R$ 250 mil para CVM por silêncio sobre troca de presidente


A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aprovou a proposta de pagamento de R$ 250 mil pela Telecom Itália para extinguir o processo administrativo sancionador, no qual é acusada de não ter providenciado a divulgação de fato relevante a respeito da reunião do conselho de administração, em que foi discutida a saída do diretor presidente da TIM, da qual a Telecom Itália é controladora. 

De acordo com a CVM, a Telecom Itália deixou de divulgar o fato relevante apesar da de oscilação atípica com os valores mobiliários da companhia, ocorrida em 03/05/12; da informação ter escapado ao controle, nessa mesma data, com a divulgação de diversas matérias relativas à saída do presidente e do questionamento do diretor de relações com investidores da TIM, o que qualifica infração ao disposto no parágrafo único, do art. 6º, da Instrução CVM nº 358/02.

Com a aceitação das propostas pelo Colegiado da CVM, o processo ficará suspenso e, após a comprovação do cumprimento das obrigações assumidas, serão extintos. (Da redação)

 

Anterior STF nega liminar ao governo do Amazonas contra isenções paulistas à indústria de informática
Próximos Nokia contrata ex-Apple como novo VP para América Latina