Telecom Itália desiste do acordo de fusão com a BrTGSM


Em fato relevante divulgado ontem à noite, 02 de maio, a Brasil Telecom comunica que a Telecom Itália desistiu do acordo de fusão entre a TIM e a BrT GSM, celebrado em 28 de abril do ano passado. No comunicado, a concessionária fixa ressalta que esse acordo (firmado com o Opportunity quando da aquisição dos …

Em fato relevante divulgado ontem à noite, 02 de maio, a Brasil Telecom comunica que a Telecom Itália desistiu do acordo de fusão entre a TIM e a BrT GSM, celebrado em 28 de abril do ano passado.

No comunicado, a concessionária fixa ressalta que esse acordo (firmado com o Opportunity quando da aquisição dos 10% de suas ações na holding fixa) estava sendo questinado em comissão de arbitragem internacional.

Embora a decisão de desistir do “merger agreement” não signifique que a Telecom Itália tenha recuado do negócio firmado com o Opportunity, a desistência formal a essa fusão está sendo interpredada por alguns analistas como o primeiro passo para que a compra das ações do Opportunity não se efetive. Embora o negócio tenha sido firmado no ano passado, na verdade até hoje não houve desembolso por parte da operadora italiana, porque o acordo foi barrado pelos processo judiciais dos fundos de pensão e Citybank na ação de Nova York.

Talvez seja por isso que o banco brasileiro continue brigando pelo acordo guarda-chuva, que lhe dá o controle sobre a Brasil Telecom. Se  a venda de suas ações para a Telecom Itália não se efetivar ele continuará sócio da holding fixa. Um questão intrigante no relacionamento dos italianos com  os novos controladores – Citi e fundos de pensão – é que os representantes da operadora italiana têm votado sistematicamente contra a decisão da maioria. Novos conflitos à vista?

Anterior Claro tem Ebitda maior, margem menor.
Próximos Dobra o lucro líquido da América Móvil