Telecom Italia e EUA defendem que neutralidade seja debatida no IGF


Para representante da companhia, existem pessoas que olham para a internet com olhos do passado, mas são novos tempos

Na terceira sessão de trabalho da NETMundial, nesta quinta-feira (24), a Telecom Itália, controladora da TIM Participações no Brasil, posicionou-se sobre o debate de neutralidade de rede, o tema de maior polêmica do evento. O representante da companhia defendeu que um debate mais aprofundado sobre neutralidade de rede seja realizado no Internet Global Forum (IGF). O embaixador dos Estados Unidos e responsável pelos negócios de TIC, Daniel Sepúlveda, também defendeu que o debate do tema seja postergado para o encontro do IGF.

O representante da Telecom Italia questionou o parágrafo 12 do documento preparatório do NETMundial, que estabelece: “tratamento técnico igualitário para todos os protocolos e dados”. Para ele, “existem pessoas que olham para a internet com o olhar do passado. Acreditam que houve uma era de ouro da internet. Mas a realidade agora é diferente daquela dos anos 1990”.

Está marcado para setembro o nono encontro do IGF, em Istambul, na Turquia. Algumas das propostas apresentadas no NETMundial, como a da União Europeia, defendem o fortalecimento do IGF para espaço privilegiado para debate do futuro da internet. 

Anterior Reforçar o Fórum Global da Internet não é solução para a governança multissetorial
Próximos Marco Civil da Internet passa a valer em 60 dias