Telecom Italia avança no plano de demitir 5 mil até 2010


A Telecom Italia (TI) informou que vai realizar 5 mil demissões até 2010, como parte de um plano para reduzir custos em até € 300 milhões por ano. O grupo italiano terá custos adicionais de € 250 milhões relativos ao corte de postos, ao contrário dos € 100 milhões estimados anteriormente. Em comunicado emitido na …

A Telecom Italia (TI) informou que vai realizar 5 mil demissões até 2010, como parte de um plano para reduzir custos em até € 300 milhões por ano. O grupo italiano terá custos adicionais de € 250 milhões relativos ao corte de postos, ao contrário dos € 100 milhões estimados anteriormente. Em comunicado emitido na noite de ontem, a TI comunicou que estes gastos adicionais afetarão principalmente os resultados de 2008, e “serão mais do que compensados pelas economias esperadas nos próximos dez anos”.

O presidente da TI, Franco Bernabe, que assumiu a empresa em dezembro, afirmou que os cortes são necessários para a manutenção dos investimentos em novas tecnologias, em uma época em que o preço dos serviços cai continuamente. “Não consiguiremos reduzir preços sem cortar custos”, declarou Bernabe, detalhando que a maior parte do corte de postos se dará pela fusão do negócio de telefonia fixa da TI com a unidade móvel TIM, como parte de completar a convergência dos negócios fixo-móvel, destacou o executivo. (Da Redação, com noticiário internacional)

Anterior Sardenberg vai levar a polêmica do PGO à reunião do Planalto
Próximos Cade aprova compra da Way TV pela Oi