Controladora da TIM perde receita em 2016


A Telecom Italia, controladora da TIM Brasil, divulgou hoje, 03, os resultados financeiros do grupo em 2016. A companhia registrou receita total consolidada, de todas as suas operações, de € 19 bilhões. O valor é 3,5% menor que o obtido em 2015.

O EBTIDA, lucro antes de amortizações e impostos, do grupo cresceu 14,4%, para € 8 bilhões. O investimento (Capex) foi de € 4,87 bilhões, 75% do total dedicado à Itália, e o restante ao Brasil. A dívida do grupo caiu de € 27,3 bilhões para € 25,1 bilhões.

A operação italiana representou 78,9% da receita total, enquanto a TIM Brasil significou 21,3% – ante 23,5% em 2015. O negócio de atacado significou 7,1%, com receita de € 1,35 bilhão (ganho de 2,8%).

Para o próximo triênio, a Telecom Italia quer se tornar a primeira operadora da Europa a explorar a agregação de portadoras no bloco com velocidades de pico de até 500 Mbps. A projeção é, até 2019, cobrir 90% da população do país com 4G.

No caso da TIM Brazil, o plano prevê ter 4G em 3,6 mil cidades até 2019, cobrindo 95% da população brasileira.

Anterior Consulta do regulamento de oferta de referência também é prorrogada
Próximos MCTIC confia na aprovação do PLC 79 pelo plenário do Senado. Oposição quer levar para comissões.