Telebras terá mais R$ 62,5 milhões para investir na região Norte


O Ministério das Comunicações está remanejando R$ 62,5 milhões de seu orçamento e direcionando os recursos para a Telebras investir na infraestrutura da região Norte. A partir do primeiro trimestre de 2012, as capitais Belém (PA) e São Luis (MA) deverão contar com o serviço de banda larga popular. O anúncio da antecipação foi feito pelo ministro Paulo Bernardo, e pelo presidente da Telebras, Caio Bonilha, aos parlamentares da região Norte nesta quarta-feira.

 

O objetivo é chegar em 2014 com o PNBL (banda larga popular a R$ 35,00 por 1 Mbps) em 214 cidades das regiões Norte e Centro-Oeste. Em 2012 a intenção é cobrir 51 municípios. Em 2013, 36 cidades e em 2014 mais 127 municípios. “Reconhecemos que há um grande déficit de telefones e internet na região e estamos transferindo para a Telebrás o que conseguimos poupar para ela fazer a infraestrutura” disse Paulo Bernardo.

Para antecipar as metas de atendimento, informou Caio Bonilha, foi assinado um termo de ajuste com a Eletronorte. Será usada a linha que liga Imperatriz-Belém-Santarém. A Telebras também está em negociações para usar a linha de transmissão que liga o Brasil, por Roraima, até a Venezuela, com a Internexas. E, em Macapá, a ligação será feita com a Guiana Francesa.

O presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), cobrou do ministro maior detalhamento dos projetos e solicitou uma reunião com a bancada de parlamentares da região. “Quanto mais se expandir, mais problemas terá”,  enfatizou.  (Da redação, com agências).

Anterior Operadoras abrem lojas à 0h para vender iPhone 4S
Próximos Telefónica cobra “condições regulatórias” do México para investir US$ 2,16 bi; Telmex busca concessão de TV