TeleSintese-Grafico-negativo-caindo-queda-baixa-fuga-crise-medo-Fotolia_105807983

O Ministério do Planejamento criou o Indicador de Governança da SEST – IG-SEST, que passará a avaliar trimestralmente as empresas estatais e agentes públicos  sobre o seu grau de excelência. Apurado em três dimensões – I. Gestão, Controle e Auditoria; II. Transparência das Informações; e III. Conselhos, Comitês e Diretoria, elas passam a receber notas técnicas.

Nesta primeira edição, com a avaliação de 48 empresas a Telebras e o Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada S.A. – CEITEC – (que produz semicondutores) receberam a pior classificação entre todos os investigados, ficando no nível 4 de governança. Isso significa que as notas variaram de 0 a 2,5 no critério da SEST.

A Financiadora de Estudos e Projetos – FINEP, Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social – Dataprev, Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – Correios foram classificadas no nível 3.

A Empresa Brasil de Comunicação – EBC e o Serviço Federal de Processamento de Dados – Serpro- ficaram no nível 2. Não há qualquer empresa de TIC ou vinculada ao MCTIC no nível 1, que inclui, entre outros, o BNDES.