Telebrás pede aval da Anatel para instalar estações da rede do PNBL


Depois que a licença para exploração do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), necessária para que a empresa possa comercializar banda larga, a Telebrás agora aguarda licenciamento das estações da rede nacional pela Anatel. Segundo informações da estatal, a documentação, já encaminhado à agência, detalha as ações necessárias para implantar a infraestrutura, como a espinha dorsal (backbone) da rede nacional de telecomunicações, assim como a sua arquitetura física e lógica.

Também estão descritos no projeto como serão iluminadas as fibras ópticas, por meio da utilização da tecnologia DWDM (Dense Wavelenght Division Multiplexing), e como ocorrerá a implantação da rede de transporte em rádio de alta velocidade para a distribuição de dados (backhaul). Traz informações, ainda, sobre a integração da rede aos pontos de troca de tráfego e a estruturação de rede IP para prestação de serviços multimídia.

A Anatel aprovou a licença de SCM para a Telebrás no dia 20 de janeiro, porém somente nesta sexta-feira (18) o ato foi publicado no Diário Oficial da União. Para instalação das estações a Telebrás ainda depende do cordo com a Eletrobras e Petrobras para uso das fibras ópticas, que deve ser assinado na próxima semana.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Banco do Brasil suspende licitação para telefonia fixa
Próximos Asga, Gigacom e Digitel anunciam novo consórcio