Telebras já acendeu 10 mil quilômetros de fibra


 

Ao fazer um balanço da atuação do setor no ano passado, o secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Cezar Alvarez, destaca a atuação da Telebras. “A empresa já tem 10 mil quilômetros de fibras acesas, o que a permite exercer um papel importante de regulador do mercado”, afirma. Assinala ainda que a decisão de acelerar a implementação da banda larga na região Norte do país também merece destaque.

 

Para Alvarez, a oferta da banda larga de 1 Mbps a R$ 35,00 pelas operadoras privadas também foi um passo importante, impacto que será mais positivo, avalia, nas pequenas cidades brasileiras. E já pediu à Oi para fazer um levantamento das linhas da banda larga popular já comercializadas (conforme o cronograma negociado), números que deverão estar disponíveis no início de fevereiro. Destacou também as metas de qualidade das bandas largas móvel e fixa aprovadas pela Anatel e a competição acirrada entre as grandes empresas de celular como fatores de benefícios para a população.

 

“A proposta de desoneração para a construção de redes de banda larga, cujo regime especial de desoneração deverá ser aprovado este ano por Medida Provisória,  faz parte da política de governo de estímulo aos investimentos”, completa ele.

 

O secretário-executivo alerta ainda que, para o atual governo, o mercado interno é visto “como uma vantagem estratégica. Isto não quer dizer, explica, que não entenda que a portaria 950 do MCTI (que estabelece que tecnologia nacional é aquela integralmente desenvolvida no país), possa ser arejada, de maneira a aceitar que diferentes fases do desenvolvimento tecnológico (seja a concepção, o desenvolvimento, a prototipagem) possam ser desenvolvidos fora do Brasil. Mas desde que o país não fique apenas com “o velho e o ruim”, alerta.

Anterior Procon-SP notifica NET por falhas na banda larga
Próximos Nextel investiu R$ 4 mi em instituto de formação de jovens