Telebras e prefeitura de Fortaleza acertam parceria por Copa e cabos submarinos


A Telebras vai ceder banda à rede municipal de Fortaleza para atender as necessidades da cidade na Copa do Mundo de 2014 e atender aos programas de inclusão digital. Em troca, a estatal poderá usar a rede de fibras ópticas e WiMAX da prefeitura – a GigaFor – e ainda receberá um terreno na Praia do Futuro para instalações da companhia.

O acordo de cooperação técnica foi assinado nesta quarta-feira (4), pela prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT) e o presidente da Telebras, Caio Bonilha, no gabinete do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

Para Bonilha, o acordo é vantajoso para as duas partes já que a estatal necessitará de espaço físico para aterragem dos cabos submarinos que serão contratados , que terão em Fortaleza os pontos de partida e de chegada. “É possível que instalemos na cidade uma regional da Telebras e um data center internacional para atender as demandas dos cabos submarinos”, disse.

A prefeitura, por sua vez, dependerá de mais banda para ampliar suas ações na área de inclusão digital. “Hoje, 270 escolas municipais da cidade já contam com laboratórios de informática e já interligamos 23 órgãos públicos com fibras ópticas”, disse o coordenador de TI de Fortaleza, Cristiano Therrien. A meta, afirmou, é levar a rede de fibras ópticas para um total de 60 órgãos municipais.

 

A Telebras vai contratar cinco cabos ópticos submarinos ligando Brasil, Estados Unidos, África e Cone Sul, totalizando 24 mil quilômetros. O custo total estimado é de R$ 1,8 bilhão, e com início de operação previsto para 2014.

Anterior FS Furukawa realiza transmissão de 120GB/s em 100m
Próximos Anatel abre consulta sobre documentos para modelagem de custos