Telebras e Planejamento vão trocar fibras e serviços


O Ministério do Planejamento e Telebras assinaram acordo de cooperação técnica com o objetivo de compartilhar fibras ópticas, redes de duto, hospedagem de sistemas e banda de internet corporativa. A medida atinge os órgãos da administração pública direta e indireta, nas esferas federal, distrital, estadual e municipal, localizados na área metropolitana de Brasília, e o público-alvo do decreto 7.125/2010, que institui o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

Pelo acordo, o ministério vai realizar a cessão de fibras óticas e redes de dutos da infovia Brasília para a Telebras, limitada ao quantitativo de rede existente, mediante análise técnica, e desde que não interfira no acesso dos demais órgãos já conectados à rede. À Telebras, além da cessão de fibras óticas e rede de dutos, cabe hospedar até 10 sistemas do Ministério do Planejamento, inclusive o do software público, com o intuito de suportar rotinas e procedimentos administrativos dos órgãos integrantes do Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (SISP).

Para o secretário de Logística e Tecnologia da Informação, Delfino Natal de Souza, o convênio é a base para a formação de uma agenda federativa que amplie a integração de ações no governo. “A assinatura desse convênio é uma vitória e um desafio, pois estamos construindo algo que não existe dentro da administração pública”, afirmou.

O Termo de Cooperação não contempla repasse de recursos financeiros e vai apoiar a disseminação de informações e o acesso aos serviços de governo eletrônico. O prazo de vigência do termo será de 12 meses, podendo ser prorrogado mediante termo aditivo e limitado a 60 meses, conforme interesse mútuo dos partícipes.

Sisp

O Sisp é a estrutura de governança pública utilizada pelo governo federal para a organização do trabalho, controle, supervisão e coordenação da área de TI na administração direta, autárquica e fundacional. Integram o Sisp 218 órgãos, sendo o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, por meio de sua Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação, a unidade central do sistema.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior MP recria o ProUCA e decreto incorpora tablet na inclusão digital
Próximos Telefônica|Vivo lança serviços de nuvem em pareceria com Cisco, VCE e EMC