Telebras aumenta capacidade satelital sobre Brumadinho


A Telebras, que já havia instalado quatro pontos de internet por satélite para ajudar os trabalhos de resgate em Brumadinho (MG) após o desabamento de uma barragem de rejeitos de minérios da Vale, ampliou a capacidade cedida às autoridades e pessoas no local. A empresa instalou mais 8 hotspots WiFi, elevando para 12 o número de sites recebendo conectividade de dados do satélite SGDC.

A estatal também instalou uma antena de alta potência para propagação do sinal WiFi na área de origem do acidente, local onde ainda se estima que esteja concentrada a maior parte das vítimas. Esta antena tem uma capacidade cinco vezes maior que as antenas comuns. A Defesa Civil considera este ponto estratégico para a ação da equipe de resgate e salvamento formada pelos Bombeiros e militares de Minas Gerais e de Israel, que executam o trabalho.

“Sete destes pontos permanecerão no município após o trabalho das equipes de Defesa Civil, pois tratam-se de equipamentos do programa Gesac”, acrescentou o diretor Técnico-Operacional da empresa, Luís Fernando de
Freitas.

Sem custo algum para os usuários, cada ponto conta com link de 20 Mbps de velocidade por unidade instalada. Luis Fernando lembra que a Telebras tem mais antenas VSATs em Belo Horizonte, caso haja a necessidade de instalação de novos locais de acesso.

Os equipamentos estão disponíveis para os diversos órgãos que trabalham no resgate e salvamento e também para a comunidade da região. A equipe da Telebras está em Brumadinho desde sábado, 26, e vai permanecer no local enquanto seja necessário. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Cade multa Correios em R$ 21,9 milhões por conduta anticompetitiva
Próximos Receitas do Facebook crescem 38% em 2018