Telcel é obrigada a baixar tarifa de interconexão no México


A Suprema Corte do México decidiu na terça-feira (3) que a Telcel deverá respeitar as decisões da agência de telecomunicações do país até que uma questão seja decidida de forma definitiva pelos tribunais. Na prática, agora a Telcel, principal empresa de telecomunicações do México, deverá baixar a tarifa de interconexão e parar de entrar com liminares para bloquear a decisão da Comissão Federal de Telecomunicações do México (Cofetel) que determina que a empresa baixe as tarifas de interconexões no país. A tarifa de interconexão máxima prevista agora é de 0,39 pesos mexicanos por minuto.

A Cofetel havia decidido a favor da Nextel México, Operbes, Bestphone e da Televisa Cablevision, para fazer com que a Telcel diminuisse a tarifa de interconexão em 60%. A empresa é responsável por 70% doa assinantes do México. A empresa, de propriedade de Carlos Slim, é controlada pela América Móvil, que também é responsável pela Claro e pela Embratel, no Brasil. A decisão da Suprema pretende criar um cenário mais competitivo no setor. A Telcel detém 70% dos assinantes do país, o equivalente a 65,7 milhões. (Da Redação, com agências de notícias)

Anterior Finep propõe mudanças no marco regulatório da inovação
Próximos Cisco apresenta novo tablet voltado para o mercado corporativo