Tecnologia TDD será 25% da conexão 4G em 2016


A tecnologia TDD para LGE, em que as transmissões do celular para as antenas (up link) e vice-versa (downlink) são feitas no mesmo espectro, foi bem aceita pelo mercado de fornecedores de equipamentos de infraestrutura e dispositivos, e deve representar 25% de todas as conexões de 4G no mundo em 2016, de acordo com a emrpesa de análise independente Ovum, especializada em telecomunicações. No Brasil, as empresas de TV por assinatura Sky e Sunrise adquiriram frequência deste tipo no leilão de 4G.

“As maiores oportunidades para TDD LTE virão do desenvolvimento de sua capacidade de suportar serviços de banda larga móvel”, afirma Daryl Schoolar, analista de infraestrutura de redes da Ovum. Segundo ele, outras oportunidades incluirão seu uso em redes de banda larga fixa sem fio e para backhaul de pequenas estações radiobase”.

Para a Ovum, a TDD deixou de ser uma tecnologia restrita à China e já está sendo usada por operadores. Pelo mundo, operadores como o Softbank, do Japão; a Optus, da Australia; a Hi3G, da Suécia e Dinamarca; e a STC da Arábia Saudita se tornaram ou estão começando a trabalhar tanto com FDD quanto com TDD como parte de sua rede GSM existente.

Anterior Agência nega direito à SES para exploração de satélite estrangeiro
Próximos Verônica Serra diminui participação em empresa de TV a Cabo para fundo estrangeiro