Tarifa postal aumenta 8,9%


O Ministério da Fazenda autorizou o reajuste de 8,898% das tarifas de  carta, telegrama, FAC (contas e boletos bancários) e malote. O Sedex não terá reajuste.

Com essa correção, que será aplicada depois de publicação de portaria do Ministério das Comunicações, o Com a atualização nos preços, o envio de uma carta não comercial, que hoje custa R$ 0,95, passará para R$ 1,05. Já a carta comercial, que hoje custa R$ 1,40, passará para R$ 1,50. A carta social, voltada aos beneficiários do programa Bolsa Família, permanecerá com tarifa de R$ 0,01.

Com o reajuste, a expectativa é de crescimento de R$ 780 milhões por ano nas receitas da empresa.

PUBLICIDADE
Anterior IoT pode ser alento para indústria de telecom em 2016
Próximos Novo marco legal para CT&I segue para sanção