Takayanagi deixa a TIM para apostar em start up


takayanagiCom a avaliação de que “o círculo começa a fechar” para as empresas fornecedores da conectividade, Rogerio Takayanagi deixa a TIM para poder se dedicar ao mundo das OTTs (serviços over the top). “É hora de mudar, as próximas ondas estão para além das empresas de infraestrutura e quero fazer este salto de fé”, disse o executivo ao Tele.Síntese.

A sua ideia é ser um elo de ligação para as start up brasileiras e as grandes corporações, de maneira que esses desenvolvedores possam, de fato, ter suas ideias apropriadas e lançadas no mercado.

” Há uma distância muito grande entre as duas pontas. Além disso, os fundos de venture capital têm muitas dificuldades de retorno de seu investimento, tendo em vista o custo do capital no Brasil”, afirma o executivo.

PUBLICIDADE

Ele pretende trazer a experiência de 8 anos na operadora italiana, onde galgou diferentes postos, até o de CEO da TIM Live. Ingressou na TIM como diretor de Marketing, responsável por produtos de sucesso como o Infinity e o Liberty e o uso da imagem do Blue Man, no reposicionamento da operadora em 2009. Em 2012 lançou a Live, a banda larga fixa da TIM

” É com orgulho que saio carregando um serviço (o TIM Live) que tem o menor número de reclamações. Pretendo continuar a buscar soluções brasileiras para os brasileiros”, concluiu.

Outra executiva que deixou a operadora para ir atrás de novos projetos foi a diretora de marcas, a Livia Marquez, no mês passado.

Anterior Direito de uso da marca Nokia em celulares muda de mãos
Próximos Claro pretende padronizar modelo de assinatura no SVA