Notícias com o tag

unitel


Conselho menciona venda de ativos e emissão de dívida como possíveis fontes de dinheiro para a empresa. Na mesma linha, diretoria diz que controle de custos e venda de ativos “já se encontram em curso e alinhados com o cronograma planejado”.

Na semana, os papéis com direito a voto da tele tiveram desvalorização de 29,22% e terminaram cotados a R$ 1,09, enquanto os PN, de 24,55% (R$ 1,26).

Operadora disse que não há oferta da estatal angolana, mas reafirma a disposição em vender participação em prestadora da Angola

Carlos Brandão, CFO da Oi, avisa ainda que a Unitel só será vendida após reestruturação, o que “deve levar algum tempo” para acontecer.

Operadora indicou dois nomes para o recém eleito conselho de administração da operadora angolana. Escolha do presidente do board acontece em 6 de maio.

Valor é ressarcimento pelo não pagamento de parte dos dividendos da Unitel à PT Ventures a partir de 2012 e por abusos praticados pelos acionistas desde então. Disputa ainda deve continuar, uma vez que Oi briga para receber os dividendos desde 2010.

Designed by Onlyyouqj / Freepik

A Oi quer receber 600 milhões de euros em dividendos que foram bloqueados pela operadora de Angola.

A concessionária brasileira está reagindo à proposta que teria sido feita a sua revelia, de compra de uma parte do banco angolano por sua subsidiária de telecomunicações.

Fundo diz que teve seus direitos como acionista da Unitel desrespeitados e que busca aperfeiçoar a governança na operadora angolana.

Em comunicado à imprensa brasileira, a Unitel, subsidiária da Oi em Angola, informa que seus acionistas decidiram interpor uma ação judicial, na justiça de Luanda (capital do país), contra a PT Ventures pelo” não cumprimento do acordo parassocial da Unitel”, nomeadamente na sequência da mudança de controle da posição acionista. A maior acionista da Unitel é a bilionária Isabel dos Santos, filha do presidente angolano, José Eduardo dos Santos. Essa ação, conforme a imprensa portuguesa foi aberta em retaliação à Oi, que também resolveu ir à justiça para receber os dividendos da operadora africana, que não são pagos desde 2010.