Notícias com o tag

TV por assinatura


Executivos de empresas das Américas, incluindo Brasil, Europa e Ásia afirmam que OTTs não são ameaça e abrirão oportunidade. Mas veem disputa por direitos esportivos e pirataria como questões sensíveis.

Apesar de se tentar o acordo para que o projeto fosse aprovado nesta quarta-feira na comissão e, assim, destinado ã Câmara dos Deputados, até o líder do PSL no senado, Major Olimpio, sugeriu emendas ao PL 3832

Em 12 meses, setor encolheu 7,43%. DTH segue com maior parte dos desligamentos, e fibra teve leve expansão.

Mas no ano, saldo é negativo. As operadoras registraram perda de 802 mil clientes na TV paga no semestre. A maior parte da evasão se deu no DTH, embora a tecnologia ainda seja a mais utilizada no país.

Abraão Balbino e Silva | Encontros Tele.Síntese 51 - 21/11/17 – Brasília-DF | Foto: Gabriel Jabur

Para Abraão Balbino, superintendente de competição da Anatel, a decisão da agência pode, inclusive, não ser a melhor para o consumidor, o que a seu ver torna necessário um debate amplo no Congresso Federal. Para a Claro, decisão contrária da Anatel pode resultar em destruição do setor de TV paga brasileiro.

Criador diz que duelo entre Claro vs Fox na Anatel traz insegurança ao mercado, mas que serviços OTTs que distribuem canais de terceiros não devem ser impactadas com o resultado da disputa.

Leonardo de Morais cobrou agilidade das áreas técnicas para que o processo seja enviado logo à análise do conselho diretor da agência, onde o mérito da questão será discutido. Efeito da liminar judicial obtida pela Fox segue inalterado.

A cautelar da Anatel, que mandou a Fox parar de veicular a TV Fox+ pela internet, porque não estaria cumprindo as regras do SeAC, entre elas de cotas de conteúdo nacional, é o início do debate, que já mobiliza gigantes globais, como a MBA e TAP. Abert, Abratel também já entraram na briga, e NeoTV quer agora dela também participar. E tudo começou pela Claro.

Oi voltou a crescer em abril, enquanto as demais grandes operadoras desligaram acessos.

Documento da Anatel propõe “revisitar as limitações” do controle cruzado entre produtoras e distribuidoras de conteúdo e reanalisar o desbalanceamento tributário entre os agentes.