Notícias com o tag

RioForte


Executivos, empresas, fundos de pensão estão sendo investigados por supostas violações às normas do país na fusão da operadora brasileira com a Portugal Telecom

Relatório de área técnica do xerife do mercado brasileiro sugere possibilidade de que brasileiros sabiam dos investimentos de risco em títulos da Rioforte, que causaram rombo de € 897 milhões a caixa da PT

Auditoria se junta a Henrique Granadeiro e Luis Pacheco de Melo, antigos CEO e CFO da holding portuguesa e que teriam autorizado operações com títulos da Rioforte, que terminaram em calote.

Pelo menos quatro ex-executivos da sócia da Oi serão processados: Henrique Granadeiro, Zeinal Bava, Luís Pacho de Melo e Amílcar Morais Pires.

Tribunal de Luxemburgo prorrogou até janeiro data limite para prejudicados pela falência do Grupo Espírito Santo se manifestarem. Pharol, antiga PT SGPS, é um deles.

Em comunicado ao mercado, a Oi e a PTSGPS informam que a agência reguladora brasileira autorizou, por unamidade a permuta de ações entre a Oi e a PTSGPS, em virtude do empréstimo à Rioforte, dando sinal verde à redução da participação da holding portuguesa na empresa brasileira, de 37,3% para 25,6%

A Portugal Telecom PT direcionou 897 milhões de euros para a RioForte, uma das empresas de seus controladores. O ex-chairman da operadora, Henrique Granadeiro, assumiu a responsabilidade por 200 milhões. Os demais 697 milhões teriam outro “pai”. Posição contestada hoje pelo ex-diretor financeiro, Pacheco de Melo.

O ex-presidente da Portugal Telecom, Henrique Granadeiro, que fechou o novo acordo com a Oi, de diminuição da participação da operadora portuguesa no capital da concessionária, depois do escândalo da RioForte, voltou atrás. O jornal português Diário Económico, hoje 15, publica documento onde Granadeiro passa a defender a anulação da fusão entre as duas empresas sob o argumento de que a participação da PT SGPS na Oi ficará inferior ao que tinha sido aprovado na assembleia dos acionistas. Os acionistas brasileiros da Oi, em notícia publicada pelo Tele.Síntese esta semana, negam que haverá o fim do negócio mas admitem o aumento das pressões.

Executivo é mencionado em auditoria da PT SGPS. Operadora reafirma não ter sido informada sobre investimentos na Rioforte.

Questionada pela CVM, companhia cogita operação policial na sede da sócia portuguesa.